segunda-feira, 4 de junho de 2018

Exibição: 1° Concurso Audiovisual SOS Mulher e Família



CINE PAGU APRESENTA:

A exibição e debate das produções selecionadas no 1º concurso de audiovisual do SOS Ação Mulher e Família.

14/06 (QUINTA) às 19h na CASA DO LAGO - UNICAMP

LiNK EVENTO FACEBOOK: https://www.facebook.com/events/235372110548771/


DEBATE com a presença de:

IARA BELELI: Atualmente é pesquisadora e coordenadora do Núcleo de Estudos de Gênero - PAGU/Unicamp. Suas reflexões estão voltadas para variadas mídias, especialmente Internet, atravessada por gênero em intersecção com outras diferenças (raça/etnia, sexualidade, nacionalidade) em diálogo com Teorias Feministas e de Gênero.


NATASHA RODRIGUES, 26 anos, concluindo o curso de Midialogia na Unicamp, trabalha com fotografia, produção cultural e direção. Atuou como diretora de palco em projetos de Talk Show de temática LGBT em 2014 e 2015. Estudou na Universidade de Potsdam, Alemanha, em 2015. Entre 2015 e 2017, trabalhou como freelancer na realização de vídeos de artistas musicais. Em 2016 realizou o projeto fotográfico La Loba, que consiste em fotos íntimas de mulheres negras. Em 2017 escreveu e dirigiu o documentário Cabeças Falantes, que estreou em agosto. Atualmente realiza trabalhos fotográficos voltados principalmente para o nu artístico


FILMES

Beta Vulgaris
Direção: Julie Dias, São Paulo - SP

Cabeças Falantes
Direção: Natasha Rodrigues, Campinas - SP

Mercadoria
Direção: Carla Villa-Lobos, Rio de Janeiro - RJ

Mulheres de Fogo
Direção: Vinicius Meireles Franco, Recife - PE

Não vejo, não ouço, não falo
Direção: Chris the Red, São Paulo - SP

Saberes e Lutas
Direção: Maria Fernanda Ghisi e Lucas Bonett Prado, Chapecó - SC

Sustento
Direção: Sylara Silvério, Recife - PE


APOIO: Casa do lago
Mais informações: http://www.casadolago.preac.unicamp.br/

REALIZAÇÃO: Cine Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp:
Coordenação : Karla Bessa
Estagiário: Gabriel Botim
Mais informações:
http://cinepagu.blogspot.com.br/ ou https://www.facebook.com/cine.pagu

SOS Mulher e Família
Mais Informações: http://sosmulherefamilia.blogspot.com/

terça-feira, 15 de maio de 2018

CINE PAGU APRESENTA:

24/05 (QUINTA) às 18H30 no Auditório do IFCH - UNICAMP

EXIBIÇÃO DO FILME: SÃO PAULO EM HI-FI
Direção: Lufe Steffen
Ano: 2013/ Brasil
TRAILER: https://www.youtube.com/watch?v=Ny98d_zkMVk 



SINOPSE: O documentário apresenta histórias das noites gays em São Paulo nas décadas de 1960, 1970 e 1980. Fazendo uma viagem no passado, os personagens mostram as histórias das dançarinas e transformistas que se apresentavam nas famosas casas noturnas que marcaram época e tudo o que elas tiveram que passar, como a imposição da ditadura e a famosa explosão da Aids.



CURTA METRAGEM:: Baile de Formatura
Direção e roteiro: Lufe Steffen.

SINOPSE: um curta-metragem que mistura documentário com ficção, trazendo relatos verdadeiros ocorridos em bailes de formatura com LGBTs.



DEBATE com a presença:







Diretor Lufe Steffen (Lufe Steffen é cineasta, jornalista, ator e cantor brasileiro. Seus trabalhos mais conhecidos são os filmes de curta e longa-metragem que abordam a temática LGBT, vários deles premiados em festivais e mostras de cinema nacionais e internacionais, e exibidos em canais de TV no Brasil e de outros países.)




Pesquisador Bruno Puccinelli (Doutor em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas - Unicamp (2017) e Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Paulo - Unifesp (2013).Foi um dos fundadores do MAPÔ - Núcleo Interdisciplinar de Estudos de Gênero, Raça e Sexualidades da Unifesp e um dos fundadores da Pensata - Revista dos alunos de Pós-graduação em Ciências Sociais da Unifesp. )





REALIZAÇÃO: Cine Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp:

Coordenação : Karla Bessa
Estagiário: Gabriel Botim

Mais informações:



terça-feira, 8 de maio de 2018

Sessão CINE PAGU - Filme: A Chinesa - Godard





CINE PAGU APRESENTA:

10/05 (QUINTA) às 18h na CASA DO LAGO - UNICAMP

Link do evento: https://www.facebook.com/events/2082625765312501/ 


EXIBIÇÃO DO FILME: A Chinesa
Direção: Jean-Luc Godard
Ano: 1967/ França

Sinopse: Veronique (Anne Wiazemsky) é uma estudante francesa de filosofia que forma um grupo com mais quatro amigos da universidade para debater temas políticos e sociais. Adeptos do maoísmo, os jovens se cansam de teorizar e decidem partir para medidas mais extremas contra o que eles consideram injusto.

EXIBIÇÃO DO CURTA METRAGEM: Arte Pública
Direção: Paulo Roberto e Jorge Sirito
Ano: 1967

Sinopse :A arte brasileira dos anos 60 - 1966 a 1968 - em muitas de suas manifestações, a partir do exame dos trabalhos de Pedro Escosteguy, Abraão Palatinik, Antônio Dias, Glauco Rodrigues, Hélio Oiticica, Lygia Pape, Lygia Clark, Rubens Gerchmann, Tomoshigui Kusunu, Wesley Duke Lee


APOIO: Casa do lago
Mais informações: http://www.casadolago.preac.unicamp.br/

REALIZAÇÃO: Cine Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp:
Coordenação : Karla Bessa
Estagiário: Gabriel Botim
Mais informações:
http://cinepagu.blogspot.com.br/

ou https://www.facebook.com/cine.pagu

terça-feira, 24 de abril de 2018

Sessão CINE PAGU - Filme: Amor Maldito (26/04 às 19H)


CINE PAGU APRESENTA:

26/04 (QUINTA) às 19h na CASA DO LAGO - UNICAMP

Exibição do filme:
Amor Maldito
Direção: Adélia Sampaio (primeira diretora brasileira negra)
Ano: 1984 / Brasil


Sinopse: Duas jovens mulheres, Fernanda, uma executiva, e Sueli, uma ex-miss, se apaixonam e decidem morar juntas. Porém, Sueli se cansa do relacionamento amoroso que leva com Fernanda e envolve-se com um jornalista. A moça engravida do amante e ele o abandona. Em desespero, Sueli se atira da janela do apartamento de Fernanda, que passa a ser acusada de homicídio.

Adélia Sampaio é uma cineasta, roteirista e produtora de cinema brasileira nascida em Belo Horizonte (MG) em 1944. Aos 12 anos de idade, mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro. No cinema, também trabalhou como Diretora de Produção e Produção Executiva. Foi uma das poucas mulheres que chegaram à direção de longas de ficção nos anos 1980, ou seja, antes do Cinema da Retomada – período a partir dos anos 90, em que houve um boom de mulheres cineastas.

Uma breve descrição sobre a debatedora Alcilene Cavalcante:

Graduada em História (UFOP), especialista em Arte e Cultura Barroca (UFOP), mestra em História (UNICAMP), doutora em Letras: Estudos Literários (UFMG), tendo desenvolvido pesquisa interdisciplinar (Literatura e História). Concluiu estágio de Pós-doutorado em História, na UFF, sendo bolsista do CNPQ. Tem formação técnica em audiovisual. Trabalha com temáticas relacionadas à América Latina, especialmente ao Brasil e a Argentina, tais como: gênero, cultura política feminista, religião, direitos humanos, narrativas, biografias; audiovisual e metodologias de ensino, em particular usos de filmes em salas de aula.

Uma breve descrição sobre a debatedora Stephanie Lima:

Cientista Social, formada na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), mestre em saúde coletiva no IMS (Instituto de Medicina Social - Uerj) e integrante do grupo de estudos sobre feminismo negro da Unicamp.

APOIO: Casa do lago
Mais informações: http://www.casadolago.preac.unicamp.br/


REALIZAÇÃO: Cine Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp:
Coordenação : Karla Bessa
Estagiário: Gabriel Botim
Mais informações:
http://cinepagu.blogspot.com.br/
ou https://www.facebook.com/cine.pagu

quinta-feira, 12 de abril de 2018

SESSÃO DESTA SEMANA!! 12/04



CINE PAGU APRESENTA:

12/04 (QUINTA) às 18h na CASA DO LAGO - UNICAMP

Exibição do filme: O Deserto Vermelho do diretor Michelangelo Antonioni. Itália/ 1964. 

EVENTO NO FACEBOOK: https://www.facebook.com/events/195945914351739/ 

Debate: o debate privilegiará as questões da modernidade em relação ao modo como a narrativa aborda as questões de gênero naquele momento histórico, considerado à luz dos atuais debates feministas.

Sinopse: Giuliana (Monica Vitti) está desorientada. Ela acabou de sair do hospital após uma tentativa de suicídio. Nem o marido, gerente de uma usina, entende o que se passa. Um engenheiro no entanto, tentará se aproximar dela. Deserto Vermelho de M. Antonioni (1912-2007) faz parte de uma série de filmes focada nas angústias do indivíduo sob o capitalismo triunfante. Em suas obras, o diretor italianao ajudou a definir o cinema moderno ao rejeitar a narrativa clássica e privilegiar a contemplação à ação.

Prêmios: Leão de Ouro de Melhor Filme no Festival de Veneza e Nastro dÁrgento de Melhor Fotografia em Cores.
Classificação: 14 anos

Karla Bessa (pesquisadora do PAGU e coordenadora do CINE PAGU)

Realização: Cine Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp

APOIO: Casa do lago
Mais informações: http://www.casadolago.preac.unicamp.br/

Cine Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp:
Coordenação : Karla Bessa
Estagiário: Gabriel Botim
Mais informações: http://cinepagu.blogspot.com.br/ ou https://www.facebook.com/cine.pagu