terça-feira, 24 de abril de 2018

Sessão CINE PAGU - Filme: Amor Maldito (26/04 às 19H)


CINE PAGU APRESENTA:

26/04 (QUINTA) às 19h na CASA DO LAGO - UNICAMP

Exibição do filme:
Amor Maldito
Direção: Adélia Sampaio (primeira diretora brasileira negra)
Ano: 1984 / Brasil


Sinopse: Duas jovens mulheres, Fernanda, uma executiva, e Sueli, uma ex-miss, se apaixonam e decidem morar juntas. Porém, Sueli se cansa do relacionamento amoroso que leva com Fernanda e envolve-se com um jornalista. A moça engravida do amante e ele o abandona. Em desespero, Sueli se atira da janela do apartamento de Fernanda, que passa a ser acusada de homicídio.

Adélia Sampaio é uma cineasta, roteirista e produtora de cinema brasileira nascida em Belo Horizonte (MG) em 1944. Aos 12 anos de idade, mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro. No cinema, também trabalhou como Diretora de Produção e Produção Executiva. Foi uma das poucas mulheres que chegaram à direção de longas de ficção nos anos 1980, ou seja, antes do Cinema da Retomada – período a partir dos anos 90, em que houve um boom de mulheres cineastas.

Uma breve descrição sobre a debatedora Alcilene Cavalcante:

Graduada em História (UFOP), especialista em Arte e Cultura Barroca (UFOP), mestra em História (UNICAMP), doutora em Letras: Estudos Literários (UFMG), tendo desenvolvido pesquisa interdisciplinar (Literatura e História). Concluiu estágio de Pós-doutorado em História, na UFF, sendo bolsista do CNPQ. Tem formação técnica em audiovisual. Trabalha com temáticas relacionadas à América Latina, especialmente ao Brasil e a Argentina, tais como: gênero, cultura política feminista, religião, direitos humanos, narrativas, biografias; audiovisual e metodologias de ensino, em particular usos de filmes em salas de aula.

Uma breve descrição sobre a debatedora Stephanie Lima:

Cientista Social, formada na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), mestre em saúde coletiva no IMS (Instituto de Medicina Social - Uerj) e integrante do grupo de estudos sobre feminismo negro da Unicamp.

APOIO: Casa do lago
Mais informações: http://www.casadolago.preac.unicamp.br/


REALIZAÇÃO: Cine Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp:
Coordenação : Karla Bessa
Estagiário: Gabriel Botim
Mais informações:
http://cinepagu.blogspot.com.br/
ou https://www.facebook.com/cine.pagu

quinta-feira, 12 de abril de 2018

SESSÃO DESTA SEMANA!! 12/04



CINE PAGU APRESENTA:

12/04 (QUINTA) às 18h na CASA DO LAGO - UNICAMP

Exibição do filme: O Deserto Vermelho do diretor Michelangelo Antonioni. Itália/ 1964. 

EVENTO NO FACEBOOK: https://www.facebook.com/events/195945914351739/ 

Debate: o debate privilegiará as questões da modernidade em relação ao modo como a narrativa aborda as questões de gênero naquele momento histórico, considerado à luz dos atuais debates feministas.

Sinopse: Giuliana (Monica Vitti) está desorientada. Ela acabou de sair do hospital após uma tentativa de suicídio. Nem o marido, gerente de uma usina, entende o que se passa. Um engenheiro no entanto, tentará se aproximar dela. Deserto Vermelho de M. Antonioni (1912-2007) faz parte de uma série de filmes focada nas angústias do indivíduo sob o capitalismo triunfante. Em suas obras, o diretor italianao ajudou a definir o cinema moderno ao rejeitar a narrativa clássica e privilegiar a contemplação à ação.

Prêmios: Leão de Ouro de Melhor Filme no Festival de Veneza e Nastro dÁrgento de Melhor Fotografia em Cores.
Classificação: 14 anos

Karla Bessa (pesquisadora do PAGU e coordenadora do CINE PAGU)

Realização: Cine Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp

APOIO: Casa do lago
Mais informações: http://www.casadolago.preac.unicamp.br/

Cine Pagu - Núcleo de Estudos de Gênero Pagu/Unicamp:
Coordenação : Karla Bessa
Estagiário: Gabriel Botim
Mais informações: http://cinepagu.blogspot.com.br/ ou https://www.facebook.com/cine.pagu